quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Google compra Nest por 3.2 mil milhões de dólares


Hoje ficamos a conhecer mais um compra "bilionária" do Google que terá apanhado quase todos de surpresa: o Google comprou o Nest Labs, criador do termóstato inteligente que tem feito grande sucesso nos EUA, pela módica quantia de $3.2 mil milhões de dólares.

Pode dizer-se que a surpresa não seria total para quem estivesse atento a alguns pormenores que tinham vindo a surgir nos últimos tempos, como a indicação de que o Google estava interessado em investir nesta área - mas o valor desta aquisição certamente terá apanhado todos de surpresa. Mesmo considerando o "pedigree" desta empresa - o Nest foi criado pelo designer responsável pelo iPod original - e o seu enorme potencial de poupança energética, não fica muito claro como é que o Google terá determinado que se justificava a compra por este valor (e em dinheiro).

A Nest popularizou-se com o seu termóstato inteligente que é capaz de reagir inteligentemente à ocupação e aprender os nossos hábitos, poupando energia ajustando as temperaturas de forma eficiente - e conjuga um design atractivo com a simplicidade de operação. Desde então já se tem expandido para outras áreas como um detector de fumo que também segue os mesmos princípios; e será de imaginar que a empresa não se vá ficar por aqui. Aliás, uma das explicações para a venda por parte de Tony Fadell é precisamente querer dedicar-se mais à parte criativa e de desenvolvimento de novos produtos do que com as tarefas administrativas e de gestão.

Independentemente do valor pago, é certo que esta aquisição serve como uma excelente porta de entrada do Google na "Internet of Things" dos dispositivos conectados; sendo que também já começa a levantar algumas preocupações quanto à quantidade extra de dados que estes equipamentos lhe permitem acumular (há que esteja preocupado por o Google passar a saber quando estamos em casa, e até em cada divisão - embora já comecem a assegurar que os dados do Nest serão usado apenas por eles e serviços relacionados e não pelo "Google" de uma forma global).


Se até ao momento o Google parecia andar a brincar com a promessa do Android@Home que nunca concretizou - pelo menos esta compra vem demonstrar que o Google está seriamente interessado em regressar a esta área... com 3.2 mil milhões de razões!


[Republicado do Aberto até de Madrugada]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails