sexta-feira, 23 de novembro de 2007

X10 - Os Prós e Contras

Felizmente há leitores atentos, e que bem fizeram em me relembrar que eu tinha prometido explicar o porquê da minha decisão de usar o X10. :)

Em primeiro lugar, convém deixar bem claro que não sou apologista de nenhuma tecnologia em particular, nem quero com isto dizer que "esta-ou-aquela" é a mais adequada para todos os casos.

Cada caso é um caso, e eu vou falar unicamente sobre o meu caso em concreto.

[Ver mais posts relacionados com X10]

Ora bem, então comecemos:

O X10 é uma tecnologia que utiliza a rede eléctrica como canal de comunicação entre os diversos elementos "domóticos". Significa isto que, ligando um pequeno módulo numa qualquer tomada de sua casa, pode controlá-lo remotamente, através de um comando remoto, computador, etc. sem necessitar de nenhuma alteração à sua infraestrutura eléctrica (dispensando a necessidade de novos cabos de comunicação pela casa toda).

A ideia não é nova, e a prova é que o X10 foi concebido em 1975, não sendo portanto uma tecnologia recente - e que por isso mesmo também tem bastantes limitações inerentes à sua idade.

Obviamente há novas tecnologias, KNX, Insteon, LonWorks, HomePlug,que também podem usar a rede eléctrica; no entanto o X10 continua a ser um dos mais usados (e também tem a vantagem de ter um custo bastante mais reduzido).


No meu caso, não estava disposto a usar cabos separados para a automação, pelo que fiquei logo restringido a duas opções: rede eléctrica ou comunicação wireless (sem fios).

Como eu já andava interessado nisto desde há muito tempo, o X10 sempre foi a minha primeira hipótese (foi a primeira que descobri - e na altura, a única). No entanto, todos os rumores que ouvia sobre os problemas que muitas pessoas tinham com aquilo, em nada me inspiravam uma grande confiança.

O problema é que a rede eléctrica não é um meio de comunicação perfeito - e como tal, a fiabilidade do sistema tanto era boa, como aceitável, como má, dependendo da pessoa com quem falasse. Isto deve-se a que, originalmente o X10 era um protocolo uni-direccional: um comando mandava um módulo ligar-se, e esperava-se que esse comando tivesse chegado ao módulo de destino - não havendo no entanto qualquer garantia que isso acontecesse.

Como não tinha pressa... fui esperando. Os rumores dos módulos X10 bi-direccionais, das tecnologias wireless (como o ZigBee), etc. fizeram com que fosse adiando o início do projecto.


Finalmente, com os nóvos módulos X10 europeus, anunciando melhor fiabilidade e capacidades de comunicação bi-direccional, decidi então arriscar. Encomendei uns poucos módulos "sortidos": um para controlar os estores, um para aparelhos, dois para lâmpadas, etc.

Com tudo o que de bom e de mau me diziam sobre o X10, não havia nada a fazer senão testá-lo na minha própria casa. Como vivo num duplex e estava preocupado com a fiabilidade de um extremo da casa para o outro, instalei módulos nas tomadas de circuitos eléctricos o mais afastados possíveis, e preparei-me para ver se funcionavam...

Surpreendentemente, tudo funcionou sem qualquer problema. Ufa... que alívio!


Mas - calma - muitos dos problemas dos X10 só ocorrem quando se têm muitos módulos instalados, ou quando certos aparelhos estão ligados ou em carga. Aparelhos como compressores (frigoríficos), UPS's e outros que tais, são conhecidos por aniquilar a comunicação X10 nas suas imediações. No meu caso, apenas necessitei de instalar um filtro na tomada onde tenho a UPS do meu PC, para que todas as tomadas da casa recebessem o sinal X10 sem qualquer problema.

Tendo comprado mais meia dúzia de módulos (para os estores eléctricos) fiquei novamente surpreendido por tudo funcionar sem hesitações nem atropelos - pelo que a minha conclusão relativamente ao X10 foi francamente positiva.


No entanto, tenho que salientar que - estando consciente dos seus pontos fracos - também faço os possíveis por evitá-los. É por esse motivo que tenho os sensores de movimento num circuito à parte, para não saturar a linha com sinais de "movimento" X10 que possam interferir com outras comunicações.


No caso dos módulos bi-direccionais, este problema é ainda mais reduzido (inexistente), uma vez que passa a haver confirmação de que a comunicação foi bem sucedida.


Outra das minhas grandes preocupações dizia respeito à iluminação "cénica".

Eu sou um fanático da iluminação, adorando transições lentas entre o "on" o "off", quando preparo a sala para o modo "cinema" - ou quando um corredor deixa de detectar movimento. Ora, num sistema X10 normal, fazer estas transições causaria uma inundação de instruções "dim" na rede eléctrica - impedindo qualquer outra comunicação que ocorresse nesse espaço de tempo.

Felizmente, também esse problema foi resolvido. Havia um módulo X10 americano que permitia esse controlo, enviando um só comando (do tipo, faz "fade para 10% da luminosidade, demorando 30seg") - no entanto, aparentemente nunca foi adaptado para a Europa. Mas mais uma vez, graças à internet, encontrei um colega holandês que tinha criado os seus próprio módulos X10, e que sendo facilmente programados me permitiram recriar essa funcionalidade à minha medida. (Sendo esta uma dos outras vantagens do X10, permitindo a sua fácil implementação por qualquer pessoa com alguns conhecimentos de electrónica)


À medida que a tecnologia avança e os protocolos mais recentes e fiáveis fiquem mais acessíveis, sem dúvida que o X10 se tornará cada vez menos usado - mas por agora, continua a ser a solução de mais baixo custo e que funciona perfeitamente quando usado com o devido cuidado.


Actualização: se queres ficar a conhecer o que são os "house codes" e "unit codes" não deixes de ler o este artigo sobre o sistema de endereços utilizado pelo X10

[Ver mais posts relacionados com X10]

25 comentários:

  1. Já agora aproveito para perguntar que módulos são esses e onde poderão ser adquiridos?

    E mais uma dúvida vivo num apartamento e uma das coisas que por vezes me deixa sem dormir é lembrar-me se a luz da garagem uns 6 pisos abaixo está ligada...não sei se tem um problema semelhante - provavelmente até já o resolveu - mas tem alguma sugestão?

    Tinha pensado colocar um sensor na garagem tipo 360º, mas seria interessante além disso saber por exemplo se foi detectado movimento na garagem e fazer tocar um alarme ou assim...

    Mas será que a distância (6 pisos) permite a utilização de algum sistema de automaçao?

    Cumprimentos e parabéns pelo blog

    ResponderEliminar
  2. Se se refere aos módulos "especiais", não estão disponíveis para venda.
    (Bem tentei que ele fizesse uma pequena série, pois havia bastante gente interessada - mas ele não se quis meter nesses trabalhos, lá tem a vida dele.)

    Portanto, tem que se usar os módulos comuns.

    Isso da garagem é realmente um problema habitual.

    No meu caso tenho a sorte de ter uma garagem fechada e que - mesmo sendo num bloco de apartamentos - tem ligação ao meu quadro eléctrico. Por isso, é fácil mandar/receber o sinal X10, mesmo estando a 4 pisos de distância.

    Caso não haja ligação eléctrica directa da garagem ao apartamento, é mais complicado conseguir receber um sinal "lá de baixo." Sendo a melhor opção optar pelo sensor de movimento, mas sem sinalização para casa.

    No caso de ter acesso ao exterior, pode ser possível usar um emissor por rádio... mas vai depender muito das localizações e distâncias.

    Estou para colocar uma câmara de vigilância na minha garagem, mas ainda estou à espera do "orçamento" para depois experimentar essa opção, ou usar um adaptador ethernet/powerline e ver que tal funciona.

    ResponderEliminar
  3. Obrigado pela resposta.
    E pode misturar-se powerline com x10 num mesmo circuito?

    ResponderEliminar
  4. As informações que tenho, é de que sim: que os adaptadores ethernet-powerline podem ser usados simultaneamente com o X10.

    No entanto, nunca experimentei pessoalmente.

    Tenho um amigo que tem alguns adaptadores desses - quando arranjar uma camara ethernet peço-lhe e faço uns testes. :)

    ResponderEliminar
  5. Como vive num apartamento, não instalou um filtro à entrada do quadro eléctrico? Se sim pode indicá-lo por favor?

    ResponderEliminar
  6. Não coloquei nenhum filtro na entrada, à partida o quadro eléctrico (ainda para mais, dos electrónicos "bi-horários") deverá filtrar a maior parte dos sinais.

    Para além disso, duvido que alguém no meu bloco tenha sistemas semelhantes, pelo que só considerarei essa hipótese caso comece a ter acontecimentos "fantasma".

    No entanto, esses filtros estão disponíveis em todas as lojas que tenham material X10, por exemplo aqui na Central Casa.

    O que me fez lembrar: sim, coloquei um micro-modulo na tomada onde tenho a minha UPS mais potente, pois estava a "abafar" o sinal nas tomadas proximas. Depois isso, nao tenho tido problemas de sinal em nenhum ponto da casa.

    ResponderEliminar
  7. Quando diz que existe a confirmação do comando, quer dizer o quê? Que o módulo que o originou continuar a enviar o comando enquanto não receber o sinal de sucesso?
    Já agora sei que tem uma macro programada para não acender a luzes no náximo de noite. Como é feito o controle da hora no sistema?
    É necessário um pc? Não existe um "mini-pc" aka controlador que possa instalar sem estar preocupado?
    E finalmente o que acontece com este sistema quando falha a luz? Por exemplo, saio de casa com tudo desligado via X10 mas o interruptores em posições de aberto, volta a luz e...?

    ResponderEliminar
  8. Nos modulos X10 "bidireccionais", o módulo que recebe o comando envia a confirmacao para o modulo que o enviou - ou entao, o sistema central pode perguntar o estado do modulo "escravo."

    Ou seja, manda-se ligar a luz, pode saber-se se a luz efectivamente está ligada e em que nivel de iluminacao está.

    (contrariamente aos modulos "unidireccionais", incapazes de sinalizar se receberam o comando, ou em que estado estao)


    Quanto ao sistema de controle dos niveis das luzes dependendo da hora, é feito atraves de PC, com um misto de software e modulos personalizados.

    No caso de faltar a luz, no meu caso tudo fica em modo "off", mas com o PC correctamente configurado (com UPS, ou ligando automaticamente quando detectar electricidade) - nada impede que se execute um script de inicializacao que faça o que bem se entender - ate mesmo repor o estado anterior à falha de electricidade.

    ResponderEliminar
  9. Pois é também ando a pensar em automatizar algumas coisas cá em casa. Tenho-me fartado de pesquisar e ler coisas sobre os sistemas para casas já construidas.

    Parece que realmente o X10 é o sistema que apresenta preços mais baixos, mas encontrei muitas queixas de falta erros e de comandos que falham.

    Qual é a V. experiência? Falha mesmo muito?

    Também li muito sobre Z-wave, parece bem melhor, mas quase toda a gente diz que ainda é muito caro. Parece que cada ponto de controle fica na casa dos 100€.

    Uma vez que aqui parece haver pessoas com experiência nestes sistemas, gostaria da V. opinião. Parece que surgiram coisas novas nestes últimos anos para substituir o X10. A preços idênticos e com mais fiabilidade e rapidez.
    Li qualquer coisa acerca de UBP ( Universal bus protocol ) e de um novo chamado PLCBUS: http://digitat.info/modules/myalbum/photo.php?lid=100.
    Parecem coisas interessantes, alguém já usou isto, ou conhece?
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  10. @Anónimo

    Pois é... há muita informação e "mitos" sobre o X10 a circular na net. Afinal, é um sistema já com décadas - e para todos os efeitos "obsoleto".

    Numa instalação eléctrica moderna e bem feita, não deverá haver qualquer problema - havendo apenas a questão de colocar filtros nos sistemas que causam ruído na linha: caso das UPS, e eventualmente do frigorífico.

    Há também que considerar a quantidade de "tráfego" nas linhas: quem tiver sistemas com alta-probabilidade de comunicações simultâneas, irá ter mais problemas. (Por ex: caso de dezenas de sensores de movimento que estejam constantemente a ser activados.)

    No meu caso, como nada disso se verifica, não tenho tido qualquer problema.

    Em 2 anos tive apenas 1 ocorrências de um "evento fantasma" - com um estore a fechar-se sozinho a meio do dia sem razão aparente.

    A questão dos novos sistemas, como o Z-wave, Homeplug, etc... é mesmo o preço.

    O PLCbus será um X10 evoluído, com mais endereços - e principalmente - a bidireccionalidade (que também já existe nalguns módulos X10.)

    Isso permite que, ao contrário do X10 tradicional onde os comandos são emitidos sem nunca se saber se chegaram ao destino, o emissor possa receber confirmação do receptor para saber que tudo está ok (assim como saber o estado remoto de um interruptor/dimmer/etc.)

    Infelizmente, o material PLC continua a não ser muito comum - e os seus preços "baixos" são relativos.

    (De qq maneira, mesmo com a bi-direccionalidade, aplicam-se as mesmas necessidades que para o X-10; ou seja, ter uma instalação eléctrica fiável e sem grande ruído.)

    Pessoalmente, gostava é que o Zwave e Zigbee aparecessem em grande escala e a preços convidativos. :)

    ResponderEliminar
  11. Muito interessante este tópico!

    ResponderEliminar
  12. Boas,

    tenho acompanhado este excelente blog há uns meses. Deixo-lhe desde já os meus parabéns pela iniciativa e pela vontade de partilhar.

    Adquiri actualment uma nova habitação e gostaria de optar pelo X10 ou algo equivalente a nivel de controlo de interface, seguranca, etc...
    como sou ainda um pouco leigo nesta area perguntava-lhe onde posso adquirir alguma literatura sobre o x10, aplicacoes, solucoes. A net é um vasto mundo com muita informação e gostaria de começar por agora por um "review" do x10. Aconselha algo?

    Agradeço desde já a disponibilidade.

    Cumprimentos,
    Joao Carreira

    ResponderEliminar
  13. @João

    Obrigado pelo comentário.
    No que se refere a pesquisar por mais informação na net, é sempre a coisa do costume: o Google é o nosso melhor amigo. :)

    Entre sites e foruns, deverás encontrar tudo o que precisares.

    E podes sempre contar aqui com a ajuda da "A Minha Alegre Casinha" e dos participantes habituais. :)

    ResponderEliminar
  14. Qual o tipo ou modelo de "filtro de tomada" voce usa?

    ResponderEliminar
  15. @Emerson

    O micromodulo de filtro que usei foi este: S4813M

    ResponderEliminar
  16. BOas, já agora deixo-lhe aqui um problema "interessante", que me surgiu em casa precisamente na semana em que estive fora, de férias. Tenho uma central da Home Systems, que entre sensores de inundação, fugas de gás, detectores de fumo e sensor de movimentos, controla remotamente todos os estores da casa. Sempre funcionou tudo bem, desde 11.2009 até hoje. Quando regressei de férias, verifiquei que o comando à distância, que opera a central, não fazia nenhum dos estores funcionar. Depois de alguns testes, chamei um técnico que, após outros testes, chegou à conclusão que: o som ambiente, a máquina de lavar roupa e a UPS do PC, estão a bloquear o sinal. Se desligarmos os disjuntores destes aparelhos, os estores funcionam a 100%. A questão é: nenhum dos aparelhos referidos foi instaldo recentemente, todos eles já existiam, durante os vários meses que referi até à presente data. Alguém tem uma sugestão sobre o que possa ter acontecido (durante um período de ausência) na rede eléctrica do apartamento, para de um momento para o outro estes aparelhos bloquearem o sinal para os módulos dos estores? Obrigado!

    ResponderEliminar
  17. @Ricardo

    Realmente, é um problema estranho. Mas, tens filtros nesses equipamentos? (é que pelo menos na UPS é quase obrigatório ter.)

    Não deixa de ser estranho ter funcionado e deixar de funcionar, mas o X10 é conhecido por ter destas manias... o que é certo é que algum factor se deve ter alterado, para introduzir mais ruído no circuito e impossibilitando os comandos X10.

    ResponderEliminar
  18. Não, não creio que existam filtros em quaisquer um destes aparelhos... Mas o facto é que nenhum deles é recente e todos os estores funcionaram na perfeição com estes aparelhos ligados (às vezes em simultâneo), até à data... Enfim, manias. Obrigado!

    ResponderEliminar
  19. De qualquer forma é aconselhado: os filtros são relativamente baratos e faceis de montar nas tomadas onde estão ligados esse tipo de aparelhos; e ajudam a manter a rede eléctrica "própria" para X10. :)

    ResponderEliminar
  20. viva,

    tenho o sistem IOBL (in one by Legrand) instalado em casa (basicamente comutadores de lustre e comandos adicionais e de mesa na sala) e que me foi oferecido. gostaria de complementar com tomadas controladas pelo sistema, mas são muito caras na Legrand, quando comparadas com algumas ofertas do mercado.

    o X10 ou outro dos sistemas que indica é compatível com o IOBL?

    ResponderEliminar
  21. @vitaminac

    Duvido que o sistema da Legrand seja compatível X10 - mas não encontro grande informação sobre isso. :(

    ResponderEliminar
  22. Olá, construí uma casa e ando à procura de uma solução para controlar os estores e umas luzes através da internet (Domotica). O meu mail é futsal.com@hotmail.com gostava que me ajudasses, se nao for pedir muito ;)
    Cumprimentos Vitor

    ResponderEliminar
  23. Boa tarde,

    Descobri o seu blog a poucos dias e já estou cheio de ideias e bem esclarecido para instalar alguns aparelhos X10! A minha duvida é a seguinte, ofereceram-me um conjunto de aparelhos COCO para controlar as minhas tomadas, os aparelhos comunicam com Radio frequência de 433.92MHz. Posso eu com um comando de outra marca com a mesma frequência controlar estes aparelhos da COCO????? O comando que eu estava em mente era este no link http://www.eurox10.com/Product/Comandos/MultimediaDomotica/S4073.htm

    Se me poder ajudar agradecia
    Sucesso para si e para o seu blog

    ResponderEliminar
  24. Boa tarde
    Depois de muita pesquisa pelo "amigo google", não encontrei solução para o que pretendo e como em Portugal, a pesquisa X10 vem sempre dar a este endereço, aqui fica o pedido de ajuda!
    Tenho um sistema Homeprotector a funcionar apenas como alarme (neste momento) e queria instalar um sensor de movimento na garagem. Habito num prédio, pelo que a distância da central à garagem torna inviável a utilização de um sensor wireless. Já procurei por todo o lado e não encontrei nenhum sensor de movimento de ligar à ficha. A ideia seria aproveitar a norma X10 para fazer "passar" o sinal da garagem até à central, juntando o X10 com a função de alarme...
    Alguma ideia?
    Obrigado pela ajuda e Muito obrigado pelo blog!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste caso isso nada terá a ver directamente com X10, a não ser que a central permita a utilização de sensores X10 (e nesse caso poderia fazer a comunicação via powerline). Se a central apenas permite utilizar os sensores que são fornecidos com ela, ou com um qualquer outro protocolo, não me parece que haja forma fácil de o fazer...

      Eliminar

Related Posts with Thumbnails