quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009

O Bi-Horário compensa?

Eis uma pergunta que muitos fazem com frequência sempre que alguém lhes fala nas tarifas bi-horárias.


O que é o bi-horário?

Habitualmente, o preço do kWh é um valor fixo. No entanto, como a rede eléctrica é uma entidade dinâmica, com períodos de maior uso e outros de uso reduzido, há um tarifário alternativo que permite aos consumidores usufruirem de tarifas mais vantajosas a certas horas do dia/noite.
Esse tarifário é o chamada "bi-horário", e disponibiliza períodos - que podem chegar a 76h por semana - em que a electricidade fica a metade do preço. No entanto, a escolha destes tarifários implica um pagamento mensal ligeiramente mais caro - é por isso que vamos ver se compensa ou não.


Bi-Horário, sim ou não?

Ora vamos fazer algumas contas, utilizando os valores disponibilizados pela EDP - que neste data indicam os seguintes valores:
  • Potência contratada: 6,90kVA (mais que suficiente para a maioria das habitações)
  • Tarifa simples: 10,66 Eur.
  • Tarifa bi-horária: 14,35 Eur.

Custo da electricidade:
  • Tarifa simples: 0,1211 Eur/kWh
  • Tarifa bi-horária: 0,1233 / 0,0663 Eur/kWh - conforme seja hora de cheia/vazio.

(A estes valores acresce 5% de IVA, mas para efeitos de comparação, torna-se irrelevante.)


Ora vamos às contas..

A diferença de tarifário são: 14,35 - 10,66 = 3,69 Euros.
No tarifário simples, esses 3,69 euros dão para comprar cerca de 30kWh, ou seja... 1kWh por dia durante um mês.

Será muito?...

Vejamos outro exemplo, uma casa que tenha um frigorífico e um computador sempre ligados, 24h por dia, num total de 150W constantes.

150W x 24h x 30 dias = 108 kWh por mês

No tarifário normal isso reflecte-se em: 13 Euros mensais (+ 10,66 da potência contratada)

No tarifário bi-horário diário temos direito a 10h de vazio por dia: pelo que o total mensal corresponde a:
108kWh x 10/24 x preço em vazio + 108kWh x 14/24 x preço em carga =
10,75 Euros mensais (+ 14,35 da tarifa bi-horária)

Só por este caso já vemos que a vantagem do bi-horário está praticamente assegurada.
E quem optar pelo ciclo bi-horário semanal, em vez de 70h horas semanais no ciclo vazio (mais barato), tem-se direito a 76h - algo que valerá a pena analisar.


Vejamos o meu caso pessoal: com 300W de consumo contínuo 24h por dia, do frigorífico e vários computadores ligados:
300W x 24h x 30 dias = 216kWh

No tarifário normal: 36,82 Euros (já com a potência contratada)
No bi-horário diário: 35,58 Euros (já com a mensalidade do bi-horário)
No bi-horário semanal: 35,12 Euros


Assim sendo, é fácil ver que as tarifas bi-horárias facilmente compensam - mas é preciso não esquecer que estou a falar de valores de referência para aparelhos que estão sempre ligados - em circunstâncias reais, os ganhos serão muito superiores ao se adaptarem ao horário das horas em vazio.
Acumuladores de calor eléctricos, aparelhos de ar condicionado, máquinas de lavar loiça, de secar e lavar roupa, etc. programadas para funcionarem no horário mais barato permitirão uma poupança substancialmente maior - que poderá chegar teoricamente aos 50%.


Ciclo semanal ou diário?

Isso vai depender da vossa utilização... no meu caso pessoal, o ciclo semanal (para além de se traduzir em mais horas de vazio por semana) adequa-se mais à minha utilização. É normal passar as tarde de sábado e domingo a ver filmes - coisa que pode gastar mais umas largas centenas de Watts/hora - e que assim encaixa perfeitamente no horário económico.

Podem ver os horários aqui:


Conclusão

A não ser em casos de muito baixo consumo, o ciclo bi-horário compensa e justifica-se para a maioria das famílias.

Façam as vossas contas e descubram onde podem poupar. Por pouco que possa parecer por mês, ao fim de um ano poderá representar uma centena de euros, ou mais.


[Actualização 2009/05/19]
Parece que a política mudou, e o preço dos períodos fora do vazio irão sofrer aumentos nos próximos tempos, tornando-se mais cara a electricidade que na tarifa simples. Algo a ter em consideração no momento da decisão.

54 comentários:

  1. A análise que fazes só é significativa se a maior parte do consumo mensal tiver origem em equipamentos que estão sempre ligados.

    No entanto, os equipamentos que estão sempre ligados são normalmente aqueles com que nos preocupamos mais em termos de consumo (por exemplo, substituí o PC sempre ligado por um router com discos externos que só ligam quando são usados).

    Pelo menos no meu caso, cerca de 80% do consumo mensal de electricidade tem origem em equipamentos que uso quando estou em casa (e acordado), o que tipicamente não coincide com as horas de vazio do bi-horário.

    Quem tiver, como eu, aquecimento central a gás também tem menos uma oportunidade de fazer valer o bi-horário.

    Feitas as contas, no melhor caso iria poupar cerca de 20 euros por ano, sendo que no pior cenário podia gastar mais 50-100 euros.

    Se ainda por cima descontar o "valor" de poder pôr as máquinas de lavar a louça e roupa a funcionar quando me dá jeito sem fazer contas de cabeça, para mim, claramente, não compensa.

    ResponderEliminar
  2. @Manuel

    Acho que estás a ver isso pelo prisma errado.
    A minha proposta foi: ver o que seria minimamente indispensável para fazer com que o bi-horário se justifique... a partir desse ponto não há forma de "deixar de compensar".

    No primeiro exemplo que dei, basta ter uma carga constante de 150W contínuos, para já praticamente justificar (sem outras considerações.) Há por aí ainda muitos frigoríficos que gastam isso em média...

    A partir desse momento, mesmo que não queiras fazer as tais contas de cabeça, ou usufruir das tarifas baixas, já "está pago".

    Tal como tu, também eu uso a maior parte da energia quando estou em casa. E se durante a semana continue a gastar a maior parte da electricidade fora do horario "barato", já ao fim de semana o caso muda de figura - outra situação que só por si: 2 dias de maior consumo, em cada semana, a metade do preço - ajudam bastante a fazer com que rapidamente compense.

    Por ex, no último domingo gastei 17kW.
    No tarifario normal gastaria: 2 Euros.
    No "bi": 1,13 Euros.
    Em 4 domingos por semana - so isso ja justificaria a diferença.

    Mas, claro que cada um sabe o uso que faz... e por isso disse para cada um fazer as suas contas. Quem não estiver em casa ao domingo, e utiliza exclusivamente tudo em horario "de carga", obviamente que não compensará.

    A minha intenção foi demonstrar como "facilmente" se pode fazer com que compense. Quem usar maquina de lavar loiça todos os dias, ou de 2 em 2 dias... se não se importar de a ter a funcionar no horário barato - só isso basta para que compense amplamente.

    ResponderEliminar
  3. E se a potência contratada for inferior à referida ainda se "ganha" mais...

    ResponderEliminar
  4. Bom artigo !
    A bi horária compensa com certeza. Tanto mais não seja que a diferença de preço de KW em horário cheio é practicamente o mesmo que o tarifário normal, e os consumos em horário vazio certamente cobrirão essa diferença.

    ResponderEliminar
  5. Que giro, ou teu openid não aceita a validação do meu short url, apesar de esta própriamente delegado no servidor de Open Id que uso.

    ResponderEliminar
  6. Foi esse o meu intuito, para chamar a atenção das pessoas.

    Quanto ao OpenID, não te posso ajudar... a opção pela plataforma do Blogger foi feita exactamente para não ter que me chatear com esse tipo de coisas... Se calhar estão em manutenção ou actualizações... Já por várias vezes ele só me deixa comentar à 2ª tentativa (a 1ª dando erro.)

    ResponderEliminar
  7. Antes de mais, parabéns pelo seu site!! Passo cá de quando em vez e tem sempre belas novidades.

    Depois, confirmar o bom uso da tarifa BI-horária que permite uma poupança significativa, em comparação negativa com a ideia da tri-horária que, nas contas do meu caso pessoal, era inviavel.

    E até seria engraçao um comparativo a 3...

    ResponderEliminar
  8. tri horario


    http://www.edp.pt/EDPI/Internet/PT/Group/Clients/free_market/Prices/default.htm

    ResponderEliminar
  9. tarifario edp

    http://www.edp.pt/EDPI/Internet/PT/Group/Clients/free_market/Prices/default.htm

    ResponderEliminar
  10. Com eles a aumentar os preços, a única coisa que compensará vai ser ter uns painéis solares nos nossos telhados ... até que se lembrem de começar a cobrar impostos pelo sol! (olhem que já não deve faltar muito)

    ResponderEliminar
  11. Gostaria ke se discutisse tambem a tarifa Tri-horária.

    Marco

    ResponderEliminar
  12. @marco
    Pelo que me têm dito a tri-horária não está disponível para o mercado residencial doméstico.
    (Um amigo meu tinha pedido a tri e instalaram a bi sem qualquer explicação ou justificação)

    De qualquer forma deviam ter isso bem explícito no site para não induzirem em erro.

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde!!!!
    Me ajudem. Eu estou em casa todo o dia e a minha conta de luz é de 62 euros, não sei mais o que fazer para reduzir esta tarifa, pois está muito cara. Antes eu tinha o bi-horario mas tenho um bebe então não queria ficar limitada a usar somente a noite, já que não estou trabalhando.
    Uso a máquina de lavar loiça, a de roupa, o frigorifico e um computador que fica ligado diariamente, aqui em casa somos 3 e esta mesmo muito caro. O que posso fazer para abaixar este valor?
    Desde já agradeço

    ResponderEliminar
  14. @Anónimo

    O primeiro passo será analisar que peso tem na factura cada equipamento: frigorífico, PC, demais material que fique sempre ligado.

    O Bi-horário compensará quase sempre, como demonstrei no artigo.

    Depois disso, a solução passa por desligar o material que gaste demasiado em standby (usar uma tomada com interruptor, ou desligar "fisicamente" os requipamentos), substituir as lâmpadas gastadoras por outras mais económicas, etc.

    ResponderEliminar
  15. GOSTARIA ME INFORMASSEM POR FAVOR O SEGUINTE:
    ESTOU A GASTAR EM MÉDIA POR MÊS 800KW.
    TENHO MÁQUINA DE LAVAR LOIÇA, ROUPA, QUE PODEM TRABALHAR DENTRO DO HORÁRIO BAIXO.
    TENHO COMPUTADOR, AQUÁRIO .
    VALERÁ A PENA ADERIR AO BI HORÁRIO?
    MUITO OBRIGADO

    ResponderEliminar
  16. @Anónimo

    Valer a pena, vale (quase) sempre. Agora, a poupança pode ser irrisória (uns cêntimos por mês) ou substancial (dezenas de euros) dependendo do tipo de utilização que der aos equipamentos.

    Podes encontrar aqui um simulador de bihorário, onde podes colocar os valores e ver quanto pouparias.

    ResponderEliminar
  17. Boa noite Carlos Martins,só hoje descobri este seu site e já vi que tem por aqui muita informação útil.
    Visto eu ter o quarto do meu filho sem qualquer tipo de aquecimento,a não ser a pouca luz solar durante a manhã,tb tendo o bi-horário,compensará um acomulador de calor num quarto de 16m2?

    Cumprimentos e Obrigado

    ResponderEliminar
  18. Um acumulador de calor compensa sempre, já que - ao contrário de um "aquecedor a óleo" - permite usufruir da tarifa reduzida durante a noite para acumular, e irradiar o calor durante o dia.

    Num aquecedor "normal", temos que o ligar nas horas que precisamos dele - e que normalmente são as horas com electricidade mais cara.

    ResponderEliminar
  19. Bom dia Carlos,

    Parabéns pela informação útil que aqui nos deixa.
    Gostaria de saber a sua opinião relativamente a aquecimentos.
    Quando vou pedir informações saio sempre baralhada, uns vendedores dizem que é melhor os acumuladores de calor e outros defendem os emissores térmicos com possibilidade de programação de vários horários para os diferentes dias da semana. Qual é a sua opinião?

    ResponderEliminar
  20. @Ivone

    É tudo caso de se "fazer as contas".

    Tem que se considerar o custo de aquisição e o custo de utilização face aos benefícios que se esperam.

    A questão da programação é irrelevante, já que pode ser feita com qualquer equipamento (eu uso isso com os meus aquecedores "normais" a óleo, para que se liguem meia hora antes da hora de sair da cama; e meia hora antes chegar a casa.)

    Os acumuladores de calor têm a vantagem de poderem estar a funcionar (acumular) no periodo mais barato, e libertar o calor durante o dia.
    Ou seja, na minha opiniao, são ideais para quem precise de ter a casa sempre a uma temperatura agradavel durante o dia todo.
    Se bem que, é preciso considerar que nestes dias anormalmente frios, não será incomum que estejam já "relativamente frios", ao fim da tarde ou noite, altura em que as pessoas tradicionalmente chegam a casa e mais necessitariam do seu aquecimento.

    No entanto, a médio/longo prazo, a nível de aquecimento eléctrico serão provavelmente a escolha mais acertada (para o tal caso de ter a casa sempre temperada ao longo do dia.)


    Para quem precisa apenas de ter a casa aquecida "à noite" e tem um horário tradicional de trabalho, aí o caso será mais complicado, já que poderá ser suficiente um (ou mais) aquecedores normais que se liguem apenas nas divisões necessárias e apenas durante o tempo estritamente necessário.

    Portanto... dependerá mesmo de todos esses factores: o número de aquecedores necessários; o tempo (e horário) em que ficarão ligados, etc.

    Tenho também que dizer que continuo a achar que a opção por um ar condicionado seria o ideal; além de mais eficiente energeticamente, tem a vantagem de permitir o arrefecimento nos meses de Verão caso seja necessário.
    (mas claro, são outros custos... e as chatices da instalação, etc.)

    ResponderEliminar
  21. Com os bi-horários é possivel um funcionário da edp transferir kw para outro consumidor? Se assim é um funcionário com menos escrúpulos pode nos roubar

    ResponderEliminar
  22. Tranferir KW para outro consumidor? Não estou a perceber essa táctica... :)

    ResponderEliminar
  23. não entendo. Se a bi-horária é assim tão boa, somos todos estúpidos porque não a usamos?

    ResponderEliminar
  24. @Anónimo

    Não é questão de ser "tão boa" ou não - é questão de cada um fazer as suas próprias contas em função do tipo de utilização que faz, e ver qual é a escolha mais acertada para o seu caso.

    A única "estupidez" que qualquer pessoa poderá fazer será estar com um tarifário desajustado que o faça gastar mais dinheiro do que estivesse com um tarifário apropriado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que se pretende saber é, como avaliar a vantagem do bi-horário em relação ao tarifário normal.Tenho 903 KWh em vazio e 1785 KWh em normal. Fará sentido ter o bi-horário?

      Eliminar
  25. È incrivel como estou a mais de 15 minutos a procurar um grafico na EDP que me informe dos periodos versos preços da tarifa Bi-hóraria e nada... Estão a melhorar o site mas é para pior!!! Que tristesa! Porque não repoem o que estava dantes... alguem que faça qualquer coisa.

    Obrigado, Paulo Sousa

    ResponderEliminar
  26. Bom dia,

    Acho que é sempre caso de se fazer as contas...

    Por exemplo no meu caso, de vida a 2 gasto mensalmente 35€ de electricidade. Suponho que ser 1 ou 2 o gasto é practicamente igual, à excepção das maquinas...Tv gasta o mesmo com 1 ou 2, luz gasta o mesmo, aquecimento gasta o mesmo :)


    Aboli o pc 24/7 ligado a 300W/hora por um NAS 24/7 ligado a 13W/hora. só aqui poupo 23x...depende se dá para abolir o pc...uma alternativa é um Portatil velho já que com monitor off gastam À volta de 30W (10x menos q um PC)

    Maquinas gastam 0,12€/lavagem, ambas classe A+ , faco em media umas 6 maquinas por semana o que dará uns 4€/mes...

    Frigorifico também gasta 0,06€/dia, classe A+.

    Suponho que compensa mesmo é comprar electrodomesticos classe A+.

    Depois bi-horario, depende muito do uso, estilo de vida, quantas pessoas são, etc...

    ResponderEliminar
  27. Aí é que está a grande verdade. A melhor técnica de poupança é... a electricidade que *não* se gasta.

    (Um PC a gastar 300W... só se for em carga, em idle não deveria andar nesses valores - mesmo o meu "abusivo" com duas gráficas em SLI não gasta isso em idle.)

    Mas tal como tu, também o mantenho agora desligado (em suspend) e mantenho outro mais poupadinho sempre ligado.

    ResponderEliminar
  28. Realmente os únicos métodos de poupança (de energia) são mesmo o investimento em aparelhos de baixo consumo, especialmente os que estão constantemente ligados.

    Quanto ao bi-horário, no meu caso pouquíssima diferença fará. Eles agora tiraram as diferenças na potência contratada mas nas horas de cheio é +7,55% do que a tarifa simples. Acima de 85% de consumo fora das horas de vazio dá prejuízo. Ou seja, efectivamente para obter uma poupança de 5% preciso de atingir 1/4 de consumo nas horas de vazio, o que muito raramente vai acontecer, por mais que me esforce. Além que é muito interessante é para aumentar o barulho nos prédios.. Isto só funciona mesmo para quem chega a casa às 22h e não se importa de incomodar os vizinhos quando estão a descansar.

    ResponderEliminar
  29. ola.digam se vale a pena ter um contador bihorario quando cokinho de dia, passo a ferro de dia e tenho frigorifico e arca sempre ligados, como e jogico. falta dizer que o meu agregado sao 2 pessoas mais roupa para engomar de mais duas. aconselhe-me por favor.

    ResponderEliminar
  30. @Anónimo

    Pelo tipo de actividade que tem, não me parece que tire partido do bihorário (já que tem muitas actividades durante o dia.)
    Seria necessário medir os consumos dos restantes aparelhos que tem sempre ligados: o frigorifico e a arca, para ver se a diferença compensaria.
    (Mesmo que compensasse, imagino que seria uma diferença muito reduzida... Ainda para mais com a tendencia actual de aumentarem o preço da electricidade no periodo "durante o dia" do bihorario.)

    ResponderEliminar
  31. Tenho tarifa bi-horária desde 2006, dado que o valor do KW nunca era superior ao valor da tarifa simples. A edp alterou essa situação aumentando o valor da tarifa bi-horária, para valor superior à tarifa simples, em determinado período, sem qualquer informação ao consumidor.Já pedi esclarecimento pois assim já não me compensa A edp nada responde. O que posso fazer? Obrigado F Sebastião

    ResponderEliminar
  32. boa noite gostaria ke me dissessem qual o horario livre do bi-horario.obrigado

    ResponderEliminar
  33. Podia confirmar-me uma informação?
    Descobri hoje o ciclo tri-horário, e parece-me que é o perfil ideal para um bar que tem as seguintes características: 19H/dia, nunca fecha, tem vários equipamentos sempre ligados como arcas, frigoríficos, para além da televisão, luzes,etc.
    Obrigado

    ResponderEliminar
  34. Depois de alguma leitura a todas as perguntas e respostas acerca do bi-horario, e para facilitar as coisas vou sugerir um blog que descobri e tem um simulador fantástico em EXCEL, o qual esta disponível em outro blog, que podem aceder neste link " http://www.pedropais.com/files/Simulador_tarifas_electricidade_EDP_2011.xlsx ".
    Apenas terão de escolher a potencia que tem contratada e os dias de uso da mesma normalmente 30 dias, e depois os consumos estimados em horas de vazio ou cheias.
    Dessa forma facilmente terão uma ideia de se vos compensa ou não o bi-horário. peguem nos vossos consumos e tentem simular uma parte desse consumo na tarifa bi-horária, ou seja se gastam 300 KW mês simulem 200 em horas de cheio e 100 em horas de vazio, dessa forma o simulador vos dirá se compensa ou não.
    Desculpem longa exposição mas acho que o simulador vai ser útil a quem decidir experimenta-lo

    ResponderEliminar
  35. Ora viva, Carlos!

    Passado todo este tempo e com as alterações que foram sendo introduzidas... o que nesta altura vos parece ser a melhor opção. Tenho o serviço regular da EDP (bimensal) e realmente a conta tem sido muito forte... pelo que tenho pensado em mudar para a bi-horária. Será que vale mesmo a pena? E sobre o mercado liberalizado, o que há a dizer? Será que a EDP5D valerá a pena?

    ResponderEliminar
  36. Saudacoes!

    Alguem sabe as horas de vazio (tarifa reduzida) ao sabado?

    Muito grato.

    Cumprimentos,
    Tiago Sousa Veloso.

    ResponderEliminar
  37. @Doc

    Dependo se usas o ciclo semanal/diário, e se estamos na época de verão/Inverno, como podes ver na página da EDP.

    No ciclo diário: é das 22h às 08h.

    No semanal:
    De verão: das 0 às 9h; das 14h às 20h; das 22h às 24h.
    De inverno: das 0 às 9h30; das 13h às 18h30; das 22h às 24h.

    ResponderEliminar
  38. Olá,
    Antes de mais parabéns pelo site, tem informação actual e concisa. Passo por aqui muitas vezes porque gosto do tema.

    Já deu uma vista de olhos pela iberdrola? Sempre podemos contratar ou ainda andamos monopolizados? Também fornecem gás...

    Ando a debruçar-me mais no assunto porque vou comprar casa em breve...

    Já passei os olhos pelo tarifario e vi que dá para contratarmos 4,6 kW e na EDP só da 6,9 kW. Ou seja quem nao precisar de 6,9 fica a perder a diferença... E os valores por watt também me parecem melhores.

    Gostava de um parecer sff.

    Cumprimentos,

    ResponderEliminar
  39. O grande problema com a contratação de outros fornecedores é que, como se pode ver olhando para a factura, grande parte do valor não é directamente relacionado com o custo da electricidade mas sim das "taxas" e outras coisas.

    Daí que, na grande maioria dos casos, um preço aparentemente muito mais vantajoso, na maior parte dos casos pode representar apenas uma poupança de uns cêntimos mensais ou alguns euros anuais. Há que fazer as contas; mas da forma que as coisas estão, continua a ser um "monopólio" implícito... e onde a palhaçada da "taxa de potência contratada" inventada para dar a volta à questão do aluguer dos contadores é algo que devia ser alvo de contestação.

    Muito mais lógica teria cada cliente poder comprar o seu contador e pagá-lo uma única vez, em vez de pagar uma exorbitante renda vitalícia para além do custo da electricidade que realmente consome.

    ResponderEliminar
  40. Olá,

    então ainda mais me ajuda a chegar à coclusão que quero.
    É muito importante ter a potência contratada adequada ao nosso consumo.
    É que pelas tabelas que vejo a edp só fornece de 6.9kW para cima e a iberdrola fornece os mesmos 6.9kW, mas também fornece 4.6kW e uma potência intermédia que nos dá (a nós clientes) uma maior flexibilidade de 5.75 kW.

    E onde quero chegar é que poupamos se contratarmos a potência mais adquada, seja ela 4.6, 5.75 ou 6.9 kW, mas a edp só nos fornece 6.9kW.


    Temos para bi-horário:
    Edp - 6.9kW a 0.3434 €/dia ou 10.302 €/mês

    Iberdrola:
    3.45kW - 5.09 €/mês (não referi esta)
    4.6kW - 6.79 €/mês
    5.75kW - 8.48 €/mês
    6.9kW - 10.18 €/mês

    Para a potência consumida temos em bi-horário:

    edp - 0.1448 €/kW normal e 0.0778 €/kW no vazio
    iberdrola - 0.0892 €/kW normal e 0.0386 no vazio
    (tudo valores sem iva)

    Analisando estes valores a iberdrola parece-me ganhar uma vantagem considerável. A não ser que me esteja a falhar algum pormenor importante. Mas só pela análise dos tarifários chego à conclusão que a iberdrola se adequa mais a mim por ter mais flexibilidade na escolha das potências contratadas e o valor da potência consumida ser consideravelmente mais baixo.

    Pois penso que 4.6 kW ou 5.75 Kw vão chegar para um apartamento normal T2/T3 em que se tenha cuidado na escolha de máquinas e electrodomésticos de classe A+ ou A++ e iluminação toda ou quase toda a leds.

    Era neste sentido que pedia o seu parecer.

    Cumprimentos,
    JM

    ResponderEliminar
  41. O facto e que o modo como a edp cobra pela potencia dos contadors faz portugal o pais mais caro da europa, e com tantas casas por ai vazias que so deviam pagar um minimo de renda do contador quando ate nao se usa electricidade, infelizmente acabam por pagar mais com tudo desligado em comparacao com o que eu pago em 3 meses de comsumo e uso em Inglaterra. Tratem as pessoas como burros e logo vem o que acontece, especialmente com esta crise que afecta todos, eu ja conheco bastante casos de pessoas reformadas no algarve que venderem aqui e foram viver para outros paises onde nao se sentem tao roubados e insecuros.

    Afinal, tais custos nao vao ajudar outros clientes mas vao so para os bolsos dos share-holders.

    ResponderEliminar
  42. ola boa noite!
    desde já muito obrigado por toda a informação disponível!
    mas tenho uma questão: tenho um computador portátil, mas não tem bateria, ou seja trabalho com ele sempre ligado á corrente,precisava de saber se eu usar o comp. 4:00h por dia durante todo o mês, tendo o bi-horário em quanto(€) é que isso se reflecte? o computador é um hp compaq cq60 a potencia do carregador esta assinalada em 90w! aguardo resposta e muito obrigado

    ResponderEliminar
  43. olá,
    Tenho 1 t2 e estou indecisso entre comprar 2 aquecededores a oleo ou 2 emissores termicos...
    Saio de casa de manha e só regresso à noite, qual será a opção mais economica?
    Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OCC

      Possa ajudar
      A nivel de so estar em casa ha noite mais
      vale por bi horario DIARIO - das 22.00 as 08.00
      seja inverno ou de verao.
      os emissores termicos podem ajudar a longo prazo .
      comprimentos

      Eliminar
  44. ouvi dizer que o bi horário vai acabar ou acabou já é verdade responda quem souber

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com a liberalização, mais cedo ou mais tarde teremos que optar por um fornecedor - e neste momento, nenhum dos fornecedores oferecer planos "bi-horários".

      Dizem que isso será algo que irá surgir por "necessidade do mercado"... a ver vamos. Já todos sabemos como as liberalizações têm funcionado por cá (veja-se o caso do combustíveis) - e na electricidade já se falam em aumentos de 20 a 30% a médio prazo...

      Espero bem que neste caso haja realmente concorrência a funcionar, em vez de uma pseudo-concorrência com preços combinados.

      Eliminar
  45. Caro Carlos Martins:
    Em França, a EDF também tem comercializado as tarifas bi-horárias. Para a automação de equipamentos, marcas como a Hager vendem comutadores bi-horários, que, quando em automático, se ligam apenas nas horas "em vazio", quando recebem determinado sinal da EDF. Exemplo: http://www.hager.fr/produits/distribution-d-energie/puissance-commande-et-signalisation/puissance/contacteurs-pour-double-tarif/ets221b/23572.htm
    Em Portugal, a frequência de comutação, segundo o indicado no contador da EDP, é 317 Hz. Não consegui ainda descobrir qual a frequência de comutação da EDF.
    Será que estes comutadores funcionariam em Portugal? Ando à vários anos à procura, mas nunca consegui encontrar comutadores destes à venda em Portugal e tenho receio de comprar um em França, que depois não seja compatível com o sistema da EDP.
    Qual é a sua opinião?
    Melhores cumprimentos.
    Rui Costa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que seria mais fácil usar um programador horário, programado com o horário da EDP e com mais flexibilidade.

      Eliminar
    2. Caro Fernando:
      Obrigado pela resposta. Mas a ideia é mesmo controlar se a EDP envia realmente e atempadamente a sinalização de comutação da tarifa, sem ter que estar na escada, a olhar para o contador :-)

      Eliminar
  46. Já agora alguém sabe como ler os consumos no contador JANZ, pelo que vi regista os consumos e potencias durante 45 dias, dava jeito para ver o perfil de potencia.

    ResponderEliminar
  47. Carlos,
    Parabéns pela actualização/previsão de 2009!
    De facto, o bi-horário justifica-se cada vez menos:
    http://www.pouparmelhor.com/praticas/bi-horario-justifica-se-cada-vez-menos/

    ResponderEliminar
  48. Olá, eu sou estrangeira e estou a tentar perceber como funciona o consumo eletricidade neste país pagar eu pago 35 euros por mês, não tem medidor bio horario ni nada, Eu tenho a tarifa simples, mas estou pensando em trocar mais não é se ele realmente se compensa o meu ritmo de vida porque eu tenho uma bebê recém nascida e eu estou o dia todo em casa, eu tenho o laptop,frigorifico ligado todo dia e também uso a máquinas de lavary de louca durante o dia... eu já ouviu falar do bihorario semanal mais não é se é a escolha certa para mim de como estou tudo o dia em casa, muito obrigada per la ayuda

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails