quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Ring força autenticação 2-factor


Procurando recuperar da onda de má-publicidade dos últimos tempos, a Ring avança com a obrigatoriedade de utilizar autenticação 2-factor e a suspensão imediata da partilhada de dados com terceiros.

Depois dos casos de acessos indevidos, de partilha de dados, e até da disponibilização dos vídeos das câmaras às forças policiais, a Ring entra em modo de emergência para tentar manter a reputação e confiança dos utilizadores.

Para além da funcionalidade que alerta os utilizadores quando alguém faz login na sua conta, a Ring (que pertence à Amazon) avança agora com a obrigatoriedade de utilizar autenticação 2-factor sempre que se faz login, mediante a introdução de um código que é enviado para o email ou via SMS. Isso deverá acabar com todos os casos de logins indevidos, quer por culpa de passwords fracas, ou por partilha de credenciais (o serviço permite adicionar utilizadores partilhados com acesso às câmaras, sem que seja necessário partilhar passwords).

Por agora fica também suspensa a partilha de dados com serviços terceiros, até que a Ring implemente um painel de controlo que permita aos utilizadores seleccionaram se querem partilhar dados, e com quem.

Agora só faltava seguirem a Nest e lançarem um plano único de gravações na cloud, em vez de se pagar por cada câmara individualmente.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails