terça-feira, 17 de março de 2015

Japão dá mais um (pequeno) passo em direcção à energia wireless enviada do espaço


Vivemos numa sociedade desesperada por ter cada vez mais energia, e onde é desejável que esse energia tenha origem em fontes não poluentes. Um dos sonhos é a de ter painéis solares em órbita que possam captar a energia do Sol e enviarem-na para o solo, e cientistas japoneses deram mais um pequeno passo no sentido de tornar isso realidade.

Usar a energia solar para gerar electricidade não é nada de novo e tem sido feito há décadas. Mas nenhuma instalação no solo pode competir com a ideia de ter imensos "parques solares" em órbita, obtendo a luz directa do Sol 24h por dia, 365 dias por ano, sem se preocuparem com dias e noites ou as condições atmosféricas.

Para isso há alguns obstáculos a superar, e onde o mais complicado será talvez arranjar uma forma eficiente e segura de enviar a energia captada para o solo. E foi precisamente nesta área que cientistas japoneses deram mais um passo no sentido de tornar isso possível.

Cientistas da agência espacial Japonesa (JAXA) conseguiram transmitir 1.8KW de energia para um pequeno receptor a mais de 50m de distância usando micro-ondas. Novamente, usar micro-ondas para transmitir energia não é novo, mas foi a primeira vez que se transmitiram potências elevadas para um receptor de tamanho reduzido - o que só foi possível com novos sistemas que permitiram tal precisão.

Ainda faltará muito para que estes 50m se transformem nos 36.000Km necessários para nos fazer chegar a energia dessas eventuais quintas solares do futuro colocadas em órbita, mas... como diz um célebre ditado chinês: até a mais longa jornada começa com um pequeno passo.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails