terça-feira, 26 de maio de 2020

Fornecedor britânico paga a clientes para gastarem electricidade


Enquanto por cá lidamos com ataques de phishing que prometem gasolina gratuita na Galp, no Reino Unido alguns consumidores já estão a receber dinheiro para gastarem electricidade.

Devido aos encerramentos e confinamentos causados pelo Covid-19, que reduziram significativamente o consumo de energia eléctrica por parte da indústria, a par de um período fértil de produção de energia a partir das fontes renováveis, vários países Europeus têm tido que lidar com o problema de terem energia em excesso. Normalmente, esta energia disponível a preço negativo é algo que apenas é transaccionada entre as empresas de energia, mas desta vez também chegou a alguns consumidores.

A Octopus Energy no Reino Unido está a pagar aos clientes entre 2p e 5p pelos kWh consumidos em certos períodos!

Este é um cenário que parece ridículo mas que alguns especialistas da área acreditam tornar-se cada vez mais frequente e comum ao longo dos próximos anos, à medida que a geração a partir de fontes renováveis for aumentando, e especialmente nos casos das que produzem energia nos períodos de menor procura. Algo que poderá ser regularizado à medida que mais carros eléctricos se forem juntando à rede, podendo contribuir para equilibrar a sua utilização.

Ou seja, em vez do cenário "apocalíptico" que alguns detractores dos veículos eléctricos apregoam, de que os carros eléctricos irão causar o colapso da rede eléctrica, na verdade estamos perante um cenário que é exactamente o oposto: sem os carros eléctricos, o mundo arrisca-se a ter energia a mais e não ter forma de lidar com isso... ao ponto de ter que fornecer electricidade a preço negativo, o que equivale a dizer que pagam aos clientes para desperdiçarem o máximo de electricidade que conseguirem.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails