sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Como a Amazon evita que a Alexa se active com anúncios


Com o Super Bowl norte-americano a chegar a milhões de lares, a Amazon teve o cuidado de evitar que o seu spot publicitário (que, absurdamente, nem sequer pode ser visto por cá!) não activasse milhões de Amazon Echo e outros equipamentos a cada menção do nome da sua assistente Alexa.

A Amazon recorre a vários sistemas para evitar que os Echo se activem com "Alexa" ouvidos em spots publicitários. Para os spots previamente gravados a Amazon altera ligeiramente as frequências, de modo a que os Echo possam diferenciar e ignorar esses pedidos - que foi o que foi feito para este anúncio da Super Bowl. Mas, mais curioso, é o sistema que está implementado para lidar com outras ocorrências da palavra Alexa em programas televisivos.

Sempre que a Amazon detectar um número elevado de activações da Alexa em simultâneo, vai analisar a frase de activação e, caso determine que foi uma activação indesejada causada por um programa de TV ou rádio, pode adicionar essa frase à lista de activações a ignorar. Isso não consegue evitar que alguns utilizadores continuem a ter a Alexa activada indevidamente, mas simultaneamente faz com que o seu "sofrimento" sirva para evitar que o mesmo aconteça a muitos outros.

Fica assim explicado o porquê dos Echo por vezes parecerem bastante selectivos quanto aos "Alexa" que reconhecem ou não...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails