sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Folha de cálculo para orçamentos familiares


Muitas vezes subestimamos o poder das ferramentas que temos ao nosso dispor, e uma delas são as folhas de cálculo. Hoje trago-vos uma que ajuda a visualizar a diferença entre uma vida mais despreocupada e que poderá trazer maior conforto no futuro, e outra onde se vive apenas para gastar tudo o que se ganha.

Embora o tempo dos créditos fáceis já tenha passado, há quem ainda se deixe iludir pelo desejo de querer ter "tudo do melhor"... mesmo se isso faz com que todo o seu ordenado seja utilizado para pagar as mensalidades dos créditos.

Esta folha de cálculo (link para o xls) apresenta dois orçamentos com base no valor total do dinheiro que conseguirem trazer para casa mensalmente: um deles mostra que percentagens podem gastar para ter uma vida "de rico", em que têm carros novos, uma casa cara, mas onde passarão toda a vida a pagar as dívidas que têm; o outro mostra um distribuição alternativa, onde com algumas opções mais sensatas, como a opção por uma casa mais barata e carros usados que possam ser comprados sem recurso a crédito, poderão ir acumular uma poupança significativa mês após mês (neste caso é praticamente um terço do rendimento que consegue ser redireccionado para as poupanças).

Claro que cada caso é um caso, e por isso têm a possibilidade de criar o vosso próprio orçamento com base nos vossos gastos e necessidades, e verem que tal se compara com os casos extremos que são apresentados.


P.S. Para os que estiverem intrigados com o campo "tithe"... é a "dízima", os 10% que são dados para a igreja. Quem não for de religiões mas acreditar que a sua generosidade pode fazer a diferença poderá simplesmente redireccionar esse valor para donativos a instituições que ache merecedoras; quem não quiser, pode simplesmente manter esses 10% para si.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails