terça-feira, 12 de abril de 2016

Amazon quer a Alexa como cérebro das casas inteligentes


A promessa das casas inteligentes que podem obedecer aos nossos comandos é algo que há décadas vai sendo feito; e agora a Amazon quer tornar isso realidade com os Echo e a sua assistente Alexa.

A Amazon parece ter escolhido o momento certo - com a Nest a deixar pendurados os utilizadores do Revolv - para fortalecer ainda mais o posicionamento dos seus Echo (e da sua assistente digital Alexa) como centros de controlo para as casas inteligentes. Agora, abre a sua API para facilitar a integração da Alexa com outros sistemas, de modo a ampliar as coisas que se podem comandar por voz.

Há muito que se conhecem as ambições da Amazon nesta área, e os seus Echo acabam por ser o produto mais bem posicionado neste momento para esta função. Que coisa mais simples há do que simplesmente "falar para o ar" e ter a nossa casa a obedecer aos comandos para ligar/apagar luzes, ajustar temperaturas, ligar/desligar aparelhos, etc.?

É que a ideia que se é prático usar uma app para estas funções só funciona até ao momento em que se percebe que o processo de ter que pegar num smartphone/tablet, desbloqueá-lo, lançar uma app, para procurar o botão pretendido... é bem menos prático do que simplesmente carregar no interruptor na parede para acender ou apagar as luzes.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails