sábado, 5 de março de 2011

Prós e Contras dos Chuveiros Abertos e Fechados

Este é um tema que acho bastante interessante, já que... para além da iluminação, sou também um pouco fanático por chuveiros. (Bem que gostava de ser fanático por banheiras, mas... para isso era preciso ter tempo e espaço... e quanto isso vingo-me com uma ou duas visitas semanais à piscina da freguesia. :P :)

Uma grande questão que se coloca a quem tem possibilidade de estar a desenhar a sua futura casa de sonho, é o tipo de chuveiro a utilizar, e nesse caso, há apenas duas opções: chuveiros abertos ou fechados.


As divisórias em vidro são já bastante comuns na maior parte dos lares, e quando aplicadas aos chuveiros, permitem que a área de duche seja muito mais luminosa e harmoniosa com o restante espaço. No entanto, isso pode também ser um pouco incómodo para quem preza a sua privacidade e prefere sentir-se "resguardado" de olhares alheios (algo que também pode ser conseguido através do uso de cortinas ou vidro fosco).

No entanto, e como na vida real as coisas são bem diferentes das fotos glamorosas que vemos nas revistas de design e decoração, as divisórias em vidro requerem também uma limpeza e manutenção mais cuidada - especialmente em áreas onde a água tenha mais calcário.
O ideal é perder uns minutos e limpar os vidros logo após cada utilização - ou poderão considerar a instalação de um filtro anti-calcário nos casos mais extremos.


No caso de um duche aberto, não haverá vidros para limpar, mas há também mais probabilidades de salpicos de água por todo o lado. Isto por si só é suficiente para que a grande maioria opte por duches fechados; mas... se se tratar de uma casa de banho de uso ocasional, ou de espaço reduzido, este tipo de duche poderá ser mais vantajoso já que permite um melhor aproveitamento do espaço.
Claro que no caso de uma casa de banho que tenha que ser utilizada simultâneamente por duas pessoas... há que ter em conta que se uma estiver a tomar banho, a outra "implicitamente" vai levar um banho também... :)


Uma das excepções será um duche exterior (ou interior) de serviço a uma piscina ou sala de treino, em cujo caso se torna mais comum utilizar-se um duche aberto.
Um duche aberto pode ainda assim utilizar divisórias em vidro, mas oferecendo um espaço mais amplo de utilização - podendo também ser adequado no caso de pessoas com deficiências motoras que necessitem movimentar-se em cadeiras de rodas.

Portanto... a solução ideal é só uma... aquela que acharem mais apropriada às vossas necessidades! :)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails