sexta-feira, 12 de abril de 2013

Gonçalo Ribeiro Telles ganha "Nobel" da Arquitectura Paisagista


Mais um arquitecto português que é distinguido com o maior galardão mundial da sua área: Gonçalo Ribeiro Telles foi consagrado com o Prémio Sir Geoffrey Jellicoe - o "Nobel" da Arquitectura Paisagista. Um prémio que recebe aos 91 anos, e que é plenamente merecido.

Para desfrutarem do seu trabalho bastará passearem pelos jardins da Fundação Calouste Gulbenkian, e poderão também ver o seu "dedo" espalhado por todo lado, como é o caso do Corredor Verde de Monsanto. Em Portugal, o tempo de crise não deverá dar grande margens de manobras para que as pessoas se dediquem à "paisagem". Mas talvez por isso mesmo este prémio chegue na altura perfeita - de relembrar que a nossa interacção com o ambiente que nos rodeia deveria talvez passar a ser encarado de forma mais harmoniosa.

... Afinal... se temos que cá "morar" durante as poucas/muitas décadas de vida que temos; porque não fazê-lo de forma a que todos os dias se possa olhar lá para fora e ver algo que nos inspira e nos motiva? Será assim tão incompatível com a evolução e eficiência termos cidades cada mais verdes e acolhedoras? Talvez este prémio sirva para relembrar que tal é possível.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails