sábado, 27 de novembro de 2010

Projecto Casa 2010 na Exponor

Conforme vos tinha dito, está a correr uma exposição dedicada à arquitectura e design na Exponor: o Projecto Casa.

E como não podia deixar de ser, A Minha Alegre Casinha teve que lá ir espreitar o que as empresas nacionais e internacionais têm para oferecer.



Castelhano e Ferreira

Como não podia deixar de ser, a Castelhano e Ferreira estava lá a expôr os seus produtos, e onde não faltou uma das suas mais recentes inovações: os interruptores transparentes nas divisórias de vidro.





Chantico Fire

Também presentes, e com muito bom aspecto... as lareiras para colocar em qualquer lado, e que dispensam chaminés. Neste caso as Chantico Fire, disponíveis no nosso país via Imporchama




Solar Plus


Os painéis solares da Solar Plus - empresa nacional que tem apostado nesta área, e que agora até disponibiliza painéis solares semi transparentes, que podem ser aplicados em fachadas. (Agradeço a simpatia do Eng. João Luis, que até me convidou a visitar as suas instalações - coisa que teria muito gosto em fazer, assim que arranjar disponibilidade para me deslocar a Oliveira do Bairro. :)



iCAN - A Casa do Futuro
Já pensaram no que seria escolherem e configurarem a vossa casa, como se fosse um automóvel? Escolhiam o modelo, os acabamentos, e... pronto.
É essa a proposta da iCAN, cujo site oficial nos prometeram estar pronto a curto prazo.
Os modelos iniciais para as habitações (de quatro frentes) eram bastante interessantes - e tinham custos a rondar os 100-130 mil euros. E estamos a falar de casas "a sério", com construção tradicional e com uma arquitectura bastante agradável e luminosa.
Definitivamente uma empresa que merece análise mais aprofundada no futuro.


Luso Duplo


A Luso Duplo tinha também uma interessante gama de vidros e divisórias em exposição, que incluiam os famosos vidros que se tornam translúcidos ou transparentes com um simples toque de um botão; vidros radiantes, com estore interior, que permitem dispensar os inestéticos radiadores tradicionais para manter o ambiente quente; vidros com estores motorizados internos alimentados por um pequeno painel solar (ideal para aquelas situações onde não existe electricidade perto das janelas), e muitas mais soluções para inúmeros casos.
(O seu sistema Luso Roll vinha mesmo a calhar para eu tapar aqui uma micro-varanda que só me tem dado chatices... Talvez eles não se importem de me mandar uns para "análise"! ;)

Etc...


Claro que havia também muitas mais, e variadas empresas, que cobriam todos os aspectos que se possam imaginar: de acrílicos a sistemas áudio-video, passando pela domótica, pavimentos, aquecimento e climatização, e energias renováveis.



Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails